A informação sempre encontra um caminho

Essa é a história de duas inovações com séculos de diferença e notáveis semelhanças.

A Prensa de Gutenberg provocou uma explosão na circulação de informações e foi uma das responsáveis por aumentar a taxa de alfabetização na Europa. O Bitcoin, por sua vez, será o responsável pela alfabetização financeira das pessoas.

A prensa de Gutenberg foi uma das invenções mais importantes da humanidade.

Por volta de 1450, o alemão Johannes Gutenberg inventou a prensa móvel, uma máquina relativamente simples e que poderia ser facilmente replicada por quem tivesse os equipamentos necessários. A invenção de Gutenberg levou à primeira produção de livros em massa da história. O que antes eram manuscritos – caros e poucos – tornaram-se rapidamente impressos, em grande quantidade e com um custo muito mais baixo. Foi a primeira forma de descentralizar e distribuir informações.

Quanto maior é o nosso acesso à informação, maior é a nossa habilidade de verificar reputações e, portanto, avaliar quem merece confiança. Quando se torna mais fácil estabelecer confiança através da verdade, aqueles que mais se beneficiavam da opacidade anterior serão os seus maiores e mais alvoroçados críticos.

Na Idade Média, a Europa Ocidental estava sob o controle da Igreja Católica Romana – a principal instituição considerada responsável pelo bem-estar das pessoas. Ela detinha um nível indiscutível de influência e autoridade moral. No entanto, dois eventos cruciais fariam com que as pessoas questionassem o que parecia ser uma inabalável devoção.

De 1315 a 1317, a Grande Fome atingiu a Europa. O mau tempo causou inundações, o que causou quebra de safra, fome do gado, e uma espiral descendente se seguiu, matando até 25% da população nas cidades e centros urbanos, e o continente só conseguiu se recompor novamente em 1322. Foi um período com índices extremos de crimes, doenças, mortes em massa e infanticídio.

Vinte e cinco anos depois, pulgas carregadas por ratos a bordo de navios que voltavam da Ásia desencadearam a pandemia mais mortal da história registrada: a Peste Negra, cujo ápice durou de 1343 a 1353 e resultou na morte de 40 a 60% da população.

Dando um salto para os dias atuais, o Banco Central exerce um enorme poder sobre os comportamentos e perspectivas da sociedade ao estabelecer o preço do dinheiro. Eles dizem que “a inflação moderada é boa e necessária”, que “gastar cria riqueza” e que “o crescimento do PIB é para ser adorado como Deus”.

Hoje, a crise financeira global de 2008 (e subseqüentes resgates, como referenciado no bloco Gênesis do Bitcoin), juntamente com a resposta à pandemia da Covid-19, danificou severamente a relação dos governos com os cidadãos. Estruturas desalinhadas de incentivo enfatizaram os danos causados por moedas fiduciárias de bancos centrais.

Tentar esconder as causas e consequências da inflação é o mesmo que tentar enxugar gelo. Dizer a uma pessoa que seu custo de vida não aumentou e que sua qualidade de vida não diminuiu, contradizendo diretamente a realidade, é uma maneira de provar ignorância, malícia ou ambos. A distribuição desigual da inflação como resultado do Efeito Cantillon não pode mais ser escondida em um mundo onde todos os tipos de dados de mercado estão disponíveis em todos os bolsos.

A autoridade estatal depende da coleta de impostos e requer uma população de cordeiros cativos. Algumas condições são necessárias – há uma jurisdição claramente definida e vigiada, há incentivos para criar riqueza dentro dela e há barreiras para evitar que uma massa crítica saia da jurisdição com sua riqueza ou conhecimento especializado.

O que Johannes Gutenberg e Satoshi Nakamoto nos deram foram novos métodos para transportar informações livremente. Nos deram ferramentas para combater as condições que mantêm os grilhões do Estado sobre o indivíduo.

Os deslocamentos de paradigma frequentemente vêm das forças de mercado que se seguem como resultado da inovação, em vez de decretos de cima para baixo. E a receita para adoção requer que ela seja fácil de replicar depois de descoberta.

Para Gutenberg, a prensa foi possibilitada por uma série de invenções já existentes: fabricação de papel de celulose, fundição de metal e prensa de vinho. Suas próprias habilidades, conhecimentos e experiências (como intelectual, engenheiro e comerciante) provavelmente também explicam por que ele estava tão bem posicionado para ver e compreender esta oportunidade para inovar.

Além disso, no momento em que a pensa foi inventada, os óculos estavam em uso amplo. Isso permitiu que uma população muito mais ampla não apenas pudesse ler, mas ler com ampliação. Sabendo disso, Gutenberg reduziu o tamanho do texto e, portanto, o número de páginas necessárias em um livro, o que deixava a impressão tanto mais rápida como mais barata.

Os paralelos podem ser desenhados em como Nakamoto projetou o protocolo Bitcoin, bem ciente do fato de que os custos de armazenamento de dados continuariam a tender para baixo ao longo do tempo, aumentando o conjunto de participantes capazes de operar um full node de Bitcoin e, assim, manter a rede mais ampla e segura.

À medida que os livros se tornavam mais acessíveis e baratos, os indivíduos passaram a consumir pessoalmente, refletindo e criticando os textos escritos. A “verdade” não era mais monopólio da igreja e seus subalternos. A “verdade” passou a ser mais ampla do que aquilo que era propagado às massas dentro das igrejas.

Impressoras e gráficas estavam surgindo em todo o continente. Em pouco tempo, livros e textos impressos produzidos em massa começaram a se espalhar pela Europa e pelo mundo. Esse foi o início da comunicação de massa e acabou com o monopólio da Igreja sobre o conhecimento – fosse ele histórico, matemático, filosófico ou mesmo religioso.

Um aumento acentuado nas taxas de alfabetização em toda a Europa, como resultado da redução do custo dos livros, significava que a elite alfabetizada logo seria desafiada. Eventualmente, isso também levaria a uma classe média emergente.

Avance até os dias atuais, em que a alfabetização financeira global é a próxima grande arma contra os ditos “especialistas” e “intelectuais”. Da mesma forma, como as taxas de alfabetização aumentaram como resultado do maior acesso aos livros, pode-se supor que a alfabetização financeira também aumentará com o acesso ao bitcoin, pois trata-se de um dinheiro de boa qualidade, que não é lastreado em honestidade de políticos.

A prensa de Gutenberg padronizou o processo de embalagem e transmissão de informações por meio da produção em massa de livros e panfletos. Anteriormente, o processo era realizado manualmente, usando monges treinados como mão de obra. Mas o sistema de tipo móvel de metal aumentou a velocidade e reduziu o custo de produção de um livro, permitindo a disseminação de informações em grande escala.

A rede Bitcoin não é composta por nada além de informações. Desde o White Paper – publicado por Satoshi Nakamoto –, as chaves públicas e privadas e o saldo em uma carteira. O Bitcoin simplesmente transformou o dinheiro em dados. Ao padronizar a estrutura das transações e reduzir os custos para verificá-las, podemos realizar transações ponto a ponto e em grandes distâncias.

O dinheiro, assim como acontece com a linguagem, tende a convergir a um ponto de foco simplesmente porque isso aumenta as oportunidades de colaboração e comércio. Isso significa que tendemos a convergir para algumas línguas comuns. Os preços não são mais do que informações a respeito do valor de um objeto. Ou seja, o dinheiro também é uma linguagem que carrega informações sobre o valor das coisas. Com o advento do dinheiro globalmente acessível, ele não está mais confinado a uma população local, o que permite a evolução natural do Bitcoin.

Você pode protestar que um governo não cederá o poder, especialmente no caso de controlar a produção de dinheiro. É tão ridículo quanto pensar que uma autoridade moral dominante, como era a igreja católica, jamais cederia o poder sobre a produção e disseminação de informações. A prensa tipográfica nos ensina para onde estamos indo.

O design da prensa era tal que podia ser replicada usando materiais comuns, o que significa que cidades ou grupos de tamanho, riqueza e inclinação suficientes poderiam possuir uma prensa de tipos móveis. Foi uma inicial descentralização da publicação.

Naturalmente, a Igreja tentou suprimir a imprensa. Contudo, seu sucesso foi limitado. A maioria dos novos impressos passaram a ser publicados nas áreas em que o mando da autoridade estabelecida era o mais fraco.

A pesquisa científica, antes uma busca solitária devido ao desafio da publicação manuscrita e à incapacidade de atingir um público considerável, acelerou-se fortemente nos séculos seguintes. A sociedade se tornou mais livre, em um nível para o qual não havia precedentes.

Embora a impressora em si seja uma tecnologia neutra, o poder de divulgar informações de qualquer tipo se tornou disponível para qualquer. Desde que você tivesse posse de uma prensa, você não precisaria da permissão de ninguém para imprimir o que você bem quisesse. Da mesma forma, você não precisa da autorização de ninguém para possuir e transacionar bitcoins. Você só precisa ter acesso à rede.

O protocolo Bitcoin é a Prensa de Gutenberg moderna. Ele está distribuindo o acesso ao bom dinheiro da mesma forma que a prensa distribuiu o acesso ao conhecimento. Ele garante a sua soberania sobre o seu próprio dinheiro, sem depender da autorização ou da validação de terceiros. É um bem verdadeiramente escasso, o que é fundamental em uma boa moeda. Ele nos leva ao entendimento de princípios econômicos básicos, que são observáveis e quantificáveis. Não há como colocar o gênio de volta na garrafa. Para o bem ou para o mal, a estrutura da sociedade será alterada para sempre.

Francis Bacon, um co-criador do método científico, escreveu em 1620 que a imprensa, junto com a pólvora e a bússola, foram as invenções que mudariam o mundo para sempre. E apesar das consequências negativas iniciais da tecnologia de impressão, poucas pessoas hoje desejariam renunciar aos benefícios desfrutados nos últimos 500 anos.

Enquanto a prensa inaugurava o início da Renascença, o Bitcoin é uma das tecnologias fundamentais que deram início à Era da Informação. Ao incentivar o desenvolvimento de tecnologia de chip (ASICs) e menor custo de produção e captura de energia (paradoxo de Jevons), o Bitcoin está liderando um trem em direção ao avanço tecnológico.

As fronteiras estão novamente se tornando mais porosas ao fluxo de informação. E, desta vez, as sociedades possuem a capacidade de negociar valores sem permissão. As consequências só são prejudiciais às autoridades cujo poder é derivado da restrição de informações e da manipulação da moeda.

Se há uma lição concreta a se retirar deste texto, é esta: a informação sempre encontra um caminho.

 


Inovação e Transparência:

A PBMAG é a única Brasileira de Fotografia em Preto e Branco sem publicidade e 100% em preto e branco.

Compre com Bitcoin: Solicite via [email protected]

 


 

Créditos dos textos originais:

View original news 

Texto Original Visão Libertária 

Sugerido e escrito por capivara rapaz3.32, Revisado por Paulo Almeida3.77, Narrado por BabYoda3.73 e Produzido por Panorama Maior3.00

Thank you for your audience. This article was  Sugerido e escrito por capivara rapaz, Revisado por Paulo Almeida, Narrado por BabYoda e Produzido por Panorama Maior

Incluir na descrição:https://bitcoinmagazine.com/culture/bitcoin-and-the-printing-press

Links adicionais:https://bitcoinmagazine.com/.image/c_limit%2Ccs_srgb%2Cq_auto:good%2Cw_569/MTc5Mjk3NzYxNjcxOTE1MTU5/image-placeholder-title.webp

https://bitcoinmagazine.com/.image/c_limit%2Ccs_srgb%2Cq_auto:good%2Cw_700/MTc5Mjk3NzYxOTE1Nzc0NjE1/image-placeholder-title.webp

https://bitcoinmagazine.com/.image/c_limit%2Ccs_srgb%2Cq_auto:good%2Cw_700/MTc5Mjk3NzYxNDA0OTIxNDk1/image-placeholder-title.webp

https://bitcoinmagazine.com/.image/c_limit%2Ccs_srgb%2Cq_auto:good%2Cw_700/MTc5Mjk3NzYxNDAxNzEwMjMx/image-placeholder-title.webp

https://bitcoinmagazine.com/.image/c_limit%2Ccs_srgb%2Cq_auto:good%2Cw_569/MTc5Mjk3NzYxMzkzMzIxNjIz/image-placeholder-title.webp

https://bitcoinmagazine.com/.image/c_limit%2Ccs_srgb%2Cq_auto:good%2Cw_700/MTc5Mjk3NzYxNDA5OTAyMjMx/image-placeholder-title.webp

X