Qual a sua história com a fotografia em preto e branco?

Hoje contaremos a história de Anderson Aparecido dos Santos.

Quando jovem sonhava em ser fotógrafo, mas com as dificuldades financeiras esse sonho foi adiado.

Ainda no ginásio fui obrigado a abandonar os estudos para ajudar em casa, mas tinha consciência que precisava retomá-los. Então voltei a estudar,  completei o ginásio, colégio e a faculdade já com 38 anos.

Conheci minha esposa e me casei. 

Em 1996 ganhei uma câmera analógica e não sabia nada de fotografia, porém já me sentia um fotógrafo rsrs, perdi ela num acidente em uma cachoeira.

Fiquei sem fotografar por anos, quando em 2013 ganhei uma câmera  da minha esposa de tanto ela sentir meu interesse em fotografia e busquei conhecimento para não só apertar um botão.

Meu primeiro curso foi pela Casa do Olhar em Santo André, depois fiz Pronatec Fotógrafo, e vários outros workshops relacionados à fotografia, pelo Sesc, Secretaria de Cultura, etc.

Desde então estou mergulhado na fotografia, realizando um sonho.
Acredito que muitos garotos como eu, de família pobre e com poucas oportunidades, tem seus sonhos. E como eu, acredito que se tiverem força de vontade e determinação, conseguiram aprender e também alcançar seus objetivos. Basta acreditar em si mesmo. Sei que ainda tenho uma longa trilha a percorrer, mas sou grato por tudo que já tenho conquistado até o momento. 

Apesar de estar com 43 anos, estou há 4 anos na fotografia. Já minha história com o preto e branco vem das admirações pelas fotografias antigas em PB, pois quando aprendi a fotografar, já deixava minha câmera em modo monocromático.

Hoje utilizo o RAW, mas tenho um olhar ás fotografias em Preto e Branco, são elas que que atraem meu olhar e minha sensibilidade.

Sinto-me feliz por ter me tornado um Fotógrafo de Rua, que é onde me sinto bem e onde tenho  conseguido ganhar alguns concursos, participar de coletivos de street photography e  ter tido  fotos em exposição. Só nessa semana tive fotografias nos Festivais Revela Bertioga (duas em PB) e também algumas projetadas na 1ª edição do Foto_Invasão (duas PB e duas em Cores) e essa semana tive a boa notícia de que uma (PB) circulará nos ônibus e metros da capital através do TV Minuto.

Enfim, sinto estar no caminho certo.

Agradeço a oportunidade de contar um pouco da minha história e aproveito para parabenizar o seu trabalho e seu projeto.

Créditos da foto: Anderson Aparecido dos Santos

Histórias com essa de nosso amigo Anderson alimentam nossa alma e provam que buscar realizar seus sonhos vale a pena.

E a sua história? Qual é?


Compartilhe com a gente através do formulário abaixo:



     

    X